Eduardo

O Negócio do Lixo

  A disposição do lixo urbano é um problema mundial. Cada habitante gera em média, no Brasil, cerca de um quilo por dia, ou seja 230 milhões de toneladas de lixo são produzidas no Brasil todos os dias. No brasil o descarte ilegal é previsto em legislação desde 1954, com atualizações no decorrer dos anos com o PNRS – Política Nacional de Resíduos Sólidos, de 2010, entre as últimas orientações. O problema começa com a educação do povo quanto ao descarte das matérias consumidas e sua pré-seleção Tem como se resolver o problema do lixo das grandes cidades brasileiras, que já é de conhecimento de muitos, que é a criação de usinas de recebimento e adequação do lixo e destino para os resíduos. Separação de materiais recicláveis, geração de energia e produção de adubo orgânico, entre outros produtos, gerando receitas muito importantes. Tecnologia para isto já existe, inclusive em funcionamento ao redor do mundo com maior destaque para países europeus. Alguns destinos para os resíduos: O lixo pode ser classificado e parte ser destinada a geração de energia através de termelétricas; A matéria orgânica é decomposta em biodigestores, gerando gás combustível, o biogás. Que pode ser separado em metano como gás combustível e aproveitado o CO2 na produção de gelo seco, entre outras aplicações; Os recicláveis que é a parte nobre dos resíduos, encaminhados para as indústrias que se utilizam desta matéria prima; Óleos para produção de biodiesel e outras regenerações possíveis Se tudo isso é possível, por que não se faz acontecer? Existe interesse em empresas privadas para assumir este “Negócio do Lixo”, promovendo seu descarte e aproveitamento econômico. Em Barcelona o lixo é coletado em redes subterrâneas ondem viajam até 35 km a uma velocidade de até 85 km/h, até as estações de processamento. Lixo pode ser transformado em riqueza gerando e como solução ambiental eliminando-se os lixões a céu aberto. O meio ambiente agradece!     Visualizações: 17

Leia Mais »
Roberto

O CEARENSE VOADOR

                Créditos Vertical Connect/Divulgação   Cearenses querem revolucionar o espaço aéreo brasileiro! E não estão para brincadeiras. A startup do Ceará Vertical Connect pretende  lançar o primeiro carro voador 100 % brasileiro. Chama-se Genesis X1, é um modelo eVITOL , ou seja: um carro elétrico capaz de pousar e decolar na vertical  tipo helicóptero, projetado visando a mobilidade nas grandes cidades. O projeto participou de um dos maiores eventos de aviação do Brasil, o Labace 2023 e promete ser a grande novidade de transporte em um futuro próximo.   Os carros voadores parecem ser a grande solução para o trânsito caótico urbano que só faz aumentar nas grandes cidades, é um investimento que cresce a cada dia e parece não vai parar. O Brasil corre por fora e se habilita a entrar no milionário jogo das soluções urbanísticas voadoras. O Genesis X1, que também atende por G-X1 é um carro voador autônomo que tem velocidade de 130 km/h e a altitude máxima de 1.640 metros, a fuselagem é composta de fibras de carbono  e possui 16 reatores elétricos. É impossível não imaginar um drone gigante  flutuando sobre as ruas – e nossas cabeças.   O veículo possui  5 metros de comprimento, largura de 4,80 metros e altura de 1,40 metros.  E se der algum problema lá em cima, tranquilo, o G-X1 é equipado com paraquedas  balístico evitando a gravidade de acidentes no caso de queda.   A Vertical Connect garante, vai   “realizar o transporte de pessoas de um vertpoint a outro de maneira rápida, segura e ecológica. Com voo 100% elétrico, o G-X1 redefine a mobilidade urbana, proporcionando uma alternativa eficiente e sustentável para deslocamentos urbanos“. Aguardemos. Visualizações: 31

Leia Mais »
Roberto

DÁ PARA FATURAR NA INTERNET? AGORA DÁ!

Uma pergunta que aos pucos foi ficando para trás: ‘dá para faturar na internet?’ Logo que a rede começou a tomar corpo muita gente queria chegar mais perto, mas tinha medo do gigante desconhecido que tomava forma rapidamente. Logo, a vontade de faturar através das facilidades que se avizinhavam foram crescendo, porém, ainda faltavam as ferramentas certas para esse grande salto, que mudaria definitivamente a forma do comércio no Mundo. O tempo foi passando e as ideias se acomodando na nova realidade. Hoje é impossível falar de negócios sem estar ligado de uma forma ou de outra á internet. Mas o melhor: a própria rede passou a propiciar a criação de empreendimentos voltados para as conexões instantâneas e globais que oferece, daí, mais recentemente surgiram companhias que faturam alto na, agora, era digital. Abaixo, alguns exemplos de empreendimentos recentes. INFOPRODUTOS Criação de produtos digitais, tais como: cursos online, e-books, infográficos,  audiobooks, etc. com a vantagem de ter um custo de produção muito mais em conta. MARKETING DE AFILIADOS  Ótimo para obter uma renda extra, consiste em divulgar infoprodutos em várias plataformas online, recebendo comissão de cada venda oriunda de seu link. VENDA DE ALIMENTOS Utilizando as redes sociais você pode divulgar e vender seus talentos culinários na fabricação artesanal – ou não – de doces, salgados , ou seja lá qual for sua especialidade. FRANQUIAS As microfranquias são um tipo inovador de empreendimento.  Essas franquias são testadas e têm suas operações solidificadas antes de serem oferecidas aos franqueados. É possível faturar em média 15.000,00 mensais com microfranquias. Enfim, são muitos os exemplos de negócios baseados na internet e realizados através dela.  Hoje existem profissionais criativos cuja função é unicamente bolar  startups, ou seja, novidades tecnológicas que possam agregar inovações que gerem utilidade e rendam lucro.  O perfil do empreendedor está mudando, porque o mundo está mudando, os hábitos, preferências, modas, usos, tudo está sempre em eterno movimento, hoje, quem não quiser ficar para trás precisa olhar com carinho esse  “gigante invisível” que abraça o Planeta, chamado ‘internet’.     Visualizações: 26

Leia Mais »